Uma história por Cherrygumms:

”Em 1996, surgiu um clã chamado Warriors of Darkness, no clássico jogo Quake 1. Um time de amigos focado na diversão, mas com um teor competitivo. Ninguém de lá gostava de perder, muito menos um exato integrante: Denis ”Pings” Vidigal. E foi assim que surgiu a oportunidade de juntar a amizade com o competitivo.

No lançamento do Quake 2, exatamente no mesmo mês de lançamento, dezembro, foi fundado o time pelo seu líder Denis ”Pings” Vidigal, que uniu todos seus amigos em uma só família: a família Black Dragons. O nome do time foi uma ideia de um menino de 14 anos que adorava dragões e buscava o nome ideal para ser chamado entre os amigos, que no final das contas mal ele sabia que hoje seria um dos maiores times do Brasil. Desde então, foram muitos tiros e bombas ao longo de 19 anos de história. Uma estrada em que ele não recebia nenhum centavo para organizar, somente amor pelo o que fazia. E até hoje ama.

E, por falar em 19 anos, vamos falar da sua segunda fundadora, que seria mascote do time, uma vez que nasceu em 1997: Nicolle ”Cherrygumms” Merhy. Apaixonada por jogos desde seus 7 anos de idade, principalmente Quake 3 Arena, jogo que seu pai a ensinou jogar. Nunca esperava que ia entrar para o famoso Black Dragons, conhecido por seus incríveis jogadores. Até que, em 2014, ao mostrar destaque na nova versão do jogo, Quake Live, e finalmente conhecer seu fundador, se apaixonaram e resolveram unir essa história de amor por jogos, em uma real história de amor.

15589656_729027183918738_7771940492930680785_n

Foram muitas rockets e rails ao longo desse amor, fazendo com que nossa menina criasse seu canal no Youtube, mostrando ao Brasil essa história de paixão por jogos.

Em 2016, resolveram investir e levar esse time que tanto amam para o mundo de gente grande, criando lineups em diversos jogos e se destacando na maioria deles. Tudo isso fruto de muita dedicação, suor, inseguranças, brigas e medos, mas no final, mesmo depois de todos os obstáculos que sofreram, o amor prevaleceu. E não desistiram. E nunca vão.

Foram muitos medos ao longo dessa pequena caminhada que tiveram juntos. Muitas inseguranças se ia dar certo, se iriam conseguir. Muitas vezes, pensaram em desistir. Quase acabaram o vínculo. Mas a família Black Dragons não deixou. Seus amigos não deixaram.

Hoje, podemos dizer com convicção que não sairemos. Saibam que nossa história não é formada pensando em lucro, pensando em poder. Nossa história é formada por amor aos jogos e amor ao eSport.

Isso é um pouco da família Black Dragons que contarei a vocês, porque vocês já fazem parte dessa família. E lembrem sempre: família é composta por pai, mãe e irmãos, e isso a Black Dragons tem a honra de dizer que é feita.

Que venha 2017 em mais um ano de conquistas e desafios a enfrentar.”

 

Um salve especial para todos os integrantes de nossa família, em especial alguns membros: Philipe ”K33per” Ricardo, André ”Gunner” Ricardo, Filipe ”Nosfa” Barbosa, Jorge ”LYON” Destro, Felipe ”Cobalt” Morais, Luiz ”Nirvana” Almeida, Di ”Snop” Morais, Leandro ”Havok” Damin, Márcio ”kK” Farias.